Hoje fomos ver os nossos coelhinhos, um de cada vez para a Pitota não se assustar e, depois, dissemos o que achamos destes  novos animaizinhos que temos no nosso Jardim:

 

 

  • "Já cresceram um bocadinho mas ainda não têm pêlo, são cor de rosa e muito pequeninos.
  • Parecem porquinhos.
  • Estavam uns em cima dos outros. Um deles subiu para as cavalitas de outro e esticou as patitas.
  • Estavam muito quentinhos porque tinham pelinho da mãe à voltinha do ninho.
  • Eles têm ainda os olhinhos fechados, não conseguem ver mas estavam a dormir.
  • A cabecinha era assim meia grandinha e o corpinho gordinho.
  • Não param de se mexer e de brincar e sobem uns para cima dos outros.
  • Um deles é muito esperto e anda sempre de um lado para o outro.
  • Eles andavam com o focinho no ar a cheirar à espera da mãe para lhes dar a maminha( estavam à procura mas como eles não vêem...)
  • O ninho é muito pequenino e eles estão muito aconchegadinhos para não terem frio...eles têm muita energia!
  • Nós nunca tinhamos visto assim ao vivo uns coelhinhos tão pequeninos e gostamos muito( só a Zita é que tem muitos coelhos em casa, por isso já tinha visto...).
  • É muito bom termos animais e vermos como nascem e crescem."

 

 

E assim a Pitota, única sobrevivente da nossa coelha ( Tota), já teve filhotes . Durante este ano lectivo,as crianças puderam acompanhar e compreender o ciclo da Vida através da observação directa dos  nossos coelhinhos.

 

 

 

.

 

 

publicado por pinguinhosdesaber às 15:20 | link do post
sinto-me:

Hoje, quando fomos dar de comer aos nossos coelhinhos, tivemos uma surpresa: debaixo de um monte de pelinho branco estavam...coelhinhos muito, muito pequeninos.

A Pitota tinha filhotes. Devagarinho e em silêncio, um de cada vez, fomos espreitar o ninho, enquanto a mamã coelha comia umas ervinhas fresquinhas.

Ficamos muito admirados:

- "Tão pequeninos!"

-"Tanto algodão"!( Não é algodão, é pelinho da barriga da mãe coelha, disse a  Educadora Joaquina que sabe muito sobre coelhos.)

- "São cor de rosa"!

- "E os olhos, onde estão os olhos"?

- "Que patinhas pequeninas"!

Os coelhinhos mexiam-se debaixo do pêlo, às vezes via-se uma patita ou as orelhas.

Não sabemos quantos são porque não mexemos no ninho,  a mamã podia não gostar, é a primeira vez que ela tem filhotes!

publicado por pinguinhosdesaber às 22:44 | link do post

Fomos visitar a nova livraria da nossa cidade,  a Book.it, no edifício Sonae.

Reparamos muito bem em todas as coisas bonitas que lá havia, especialmente nos livros, tantos livros!...

 

Havia livros com muitas folhas e outros fininhos, livros para os pais, livros de cozinha, livros que ensinam a fazer coisas bonitas e estavam todos muito arrumadinhos nas estantes.

Mas do que mais gostamos foi dos livros para nós, alguns  já os conhecíamos, outros ainda não.

  

Sentamo-nos à volta de uma mesinha azul, redonda,  e a nossa Educadora leu-nos a história da  fada Hortense, que tinha uma macieira só dela, gostamos tanto  que compramos o livro para a  biblioteca da escola.

No fim fomos à  caixa  pagar as compras e a menina deu-nos um balão vermelho.

 

Ficamos a saber a diferença entre uma livraria e uma biblioteca: na biblioteca nós requisitamos os livros, na livraria temos que os comprar!

publicado por pinguinhosdesaber às 22:32 | link do post

Hoje decorreu, no salão de festas dos Bombeiros Voluntários da nossa cidade, a festa de encerramento do ano lectivo, do nosso Jardim de Infância.

Após um breve, mas alegre e colorido espectáculo, teve lugar a entrega das cartolas e bengalas aos vinte e quatro finalistas. Cada um recebeu, também, um livro de curso para  mais tarde recordar esta etapa da sua vida.

  Estão  todos de parabéns pois portaram-se à altura do acontecimento ( nós também nunca duvidamos que isso aconteceria...), e fizeram-nos esquecer de imediato a ansiedade, as correrias, as dúvidas e o nervoso miudinho das ultimas semanas.

Agora, que vão frequentar um novo ciclo de ensino, vem a propósito recordar este poema , de Robert Fulghum (que se encontra no hall do nosso Jardim desde a sua inauguração).

Para nós, ele resume toda a acção Educativa que desenvolvemos com as crianças, os valores , as atitudes e os conhecimentos que procuramos transmitir, sem nunca esquecer  que tudo isso não pode acontecer fora de  um ambiente rico em afectos, onde todas as crianças se sintam amadas e felizes.

O apreço  da Comunidade pela nossa Instituição faz-nos sentir que, ao longo de todos estes anos,  o nosso trabalho não tem sido em vão.

Obrigado a todos os que têm  partilhado connosco esta difícil (mas importante e maravilhosa), tarefa de Educar. 

 

                                                                                  As educadoras

 

                                                          Rosa , Sílvia, Joaquina e Maria do Céu.

 

   

 

TUDO  QUE  DEVIA SABER...APRENDI NO JARDIM DE INFÂNCIA!

 

Grande parte das coisas que preciso de saber sobre a vida,

sobre o que fazer e como ser, aprendi no jardim de infância...
A sabedoria, afinal, não estava no topo de uma montanha chamada Universidade
mas sim na caixa de areia da minha escola.
Eis as coisas que aprendi:
a compartilhar... a não fazer batota...
a não magoar os outros... a arrumar o que desarrumei... e a limpar o que sujei.
A não tirar o que não me pertence, a pedir desculpa quando magoo alguém.
A lavar as mãos antes de comer. A puxar o autoclismo.
Aprendi que o leite faz bem à saúde.
Aprendi a aprender, a pensar e também
que desenhar, pintar, cantar e dançar era bom...
a dormir a sesta... a ter cuidado com o trânsito ... a dar a mão, a ser solidário.
Vi a semente a crescer no copo de plástico;
as raízes descem e a planta sobe, embora não saiba porquê, gosta-se.
Os peixes dourados, os hamsters, os ratinhos brancos...
(e mesmo a planta no copo de plástico) morrem. Nós também.
E lembro-me dos primeiros livros, da primeira palavra que aprendi: OLHA!
É isso que tenho feito sempre.
Se todos - em todo o mundo - tivessem tomado
um copo de leite às quatro da tarde,
depois de terem dormido a sesta,
o mundo estaria bem melhor.
Ou se houvesse uma política de base no nosso país - e em todos os outros - de devolver o que não é nosso e de limpar o que sujamos.
E também sei que é verdade, que ainda é verdade,
que no mundo o melhor é dar as mãos...
e ficarmos juntos.
                                                                            Robert Fulghum
 
Este texto é um resumo da tese do Dr. Robert Fulghum, transformada em livro, que se tornou um best-seller nos Estados Unidos.Escritor Americano, cujos livros estão traduzidos em 27 línguas, é filósofo, teólogo, dedica-se às Artes e é professor numa universidade Americana.
publicado por pinguinhosdesaber às 23:53 | link do post
sinto-me:

Durante este ano lectivo falamos de plantas aromáticas e medicinais, até plantamos um Jardim com plantinhas que os nossos pais e avós nos ofereceram.                                      As plantinhas cresceram e ficaram muito bonitas, algumas até têm lindas flores.

Algumas, como a erva cidreira e o limonete, servem para fazer chá, outras, como a lavanda e o rosmaninho, cheiram muito bem  e usam-se para fazer perfumes e saquinhos de cheiro. Outras, como o loureiro, a salsa, a hortelã e o manjericão usam-se para temperar a comida, fica mais saborosa e não é preciso pôr tanto sal. Há ainda outras que se usam para fazer medicamentos.

 

 

Secamos, dentro de listas telefónicas, raminhos de plantas que colhemos no nosso canteiro  e durante os nossos passeios pela quinta.

Pesquisamos para saber a utilidade de cada uma e  fizemos um livro, um herbário.

 

 

 

 

Também os  nossos amiguinhos, dos outros Jardins de Infância do Agrupamento, fizeram trabalhos sobre plantas e chás, que vão ser expostos, na EB 2,3 do Marco, hoje e segunda-feira . Esperamos que a visitem,temos a certeza que irão gostar  dos trabalhos , estão todos muito bonitos.

publicado por pinguinhosdesaber às 23:16 | link do post

Finalmente, hoje de manhã, a Internet  chegou ao nosso Jardim de Infância. Se nos quiserem contactar este é nosso endereço electónico:

 

                                                      escolinhadocasal@sapo.pt

 

 

 

 

publicado por pinguinhosdesaber às 23:49 | link do post
sinto-me:

Temos no nosso recreio duas Tílias que nos dão uma sombra fresquinha nos dias de sol e calor.

No Outono, as suas folhas ficaram amarelas e caíram com o vento que soprava forte e elas ficaram despidas, sem folhas. Quando a neve caiu os ramos ficaram todos branquinhos e, na Primavera, nasceram folhinhas muito pequeninas. Agora as folhas estão muito grandes  e também nasceram muitas flores pequeninas e amarelas que cheiram muito bem e que estão cheias de abelhinhas que procuram pólen( também há besouros, mas esses são mais perigosos)!

Hoje, de manhã, colhemos muitas flores para secar e fazer chá de Tília.

publicado por pinguinhosdesaber às 17:19 | link do post
publicado por pinguinhosdesaber às 02:08 | link do post

" Ontem fomos  visitar a Quinta de Santo Inácio, fomos em dois autocarros, um amarelo e um cinzento. Vestimos as nossas camisolas novas que pintamos na escolinha, com abelhinhas,caracois e borboletas.

  

Ficamos muito, mesmo muito bonitos!

A viagem correu muito bem, cantamos, conversamos e fizemos uma grande festa quando passamos num túnel e junto ao estádio do FCP.

 Na Quinta vimos muitos animais:

Cisnes que nadavam num lago, havia cisnes brancos e pretos e também patos;

Duas  zebras: uma  às riscas brancas e castanhas e outra com riscas brancas e pretas;

Um tigre branco  muito perigoso;

Macacos aranha que estavam a andar de baloiço e a fazer macaquices e outros macacos;

Tartarugas, corcodilos, cobras muito grandes e más e outras pequeninas que tinham acabado de nascer;

Havia um hipópotamo, muitas iguanas e umas rãs tomate;

Vimos os siricatas, um estava a vigiar e outros estavam a namorar;

Num espaço muito grande estavam cangurus, cabrinhas, avestruzes, flamingos, patos;

Estava na relva uma tartaruga gigante que caminhava muito devagarinho e também havia muitas tartarugas pequeninas;

Também vimos os animais da quinta: o perú, as galinhas, o burro Manel, a mamã porca e os porquinhos e a "cabra cabrez".

Fomos à casa dos insectos e havia lá tarântulas, baratas, escorpiões, gafanhotos,...

As aves eram bonitas, vimos papagaios, araras, tucanos, cegonhas...

Os pavões andavam por todo o lado e abriam o rabo e nós vimos que de um lado é castanho e do outro tem penas azuis que parecem olhos. Os pavões estavam vaidosos porque são muito bonitos mas não nos deixaram fazer festinhas.

Almoçamos na esplanada do restaurante da Quinta e, no fim, fomo-nos sentar na relva em silêncio para ver se os cães da pradaria saíam das tocas mas, uma senhora que passou com um cesto de cobras, disse que  andavam lá muitos meninos e eles tinham medo e não saiam.

Também fomos ver os jardins onde havia muitas flores, lagos, passarinhos, plantas aromáticas e muitos morangos pequenininhos.

Passeamos na floresta que parecia uma floresta encantada, muito fresca, com árvores muito altas e outras pequeninas muito juntas, caminhos e escadinhas e até havia um pássaro preto muito grande que nos disse "olá"!

Lanchamos no parque de merendas e, como nos portamo muito bem, comemos um gelado.

 

.

Voltamos para casa muito felizes com esta aventura, estavamos tão cansados que até adormecemos na viagem.

Foi uma visita de estudo muito bonita, conhecemos muitos  animais  e divertimo-nos muito."

publicado por pinguinhosdesaber às 21:39 | link do post

 

Ontem foi o nosso dia, o Dia Mundial da Criança.

 

Estivemos a ver fotografias de crianças de todo o mundo e reparamos que há algumas muito diferentes de nós. Mas também ficamos a saber que todas temos os mesmos  direitos : os Direitos da Criança que são iguais para todos os meninos e meninas do mundo.

Brincamos durante a manhã com aquilo de que mais gostamos e,  depois, tivemos direito a  um almoço especial onde não faltou um bolo que dizia Feliz Dia da Criança, oferecido pela mãe da Rita. O bolo tinha uma velinha e, os adultos da nossa escolinha cantaram-nos os Parabéns.

 Sentimo-nos muito importantes!

 Mas as surpresas e os miminhos não ficaram por aqui, fomos convidados para ver um filme no centro comercial da Sonae.

Ofereceram-nos balões, chupa-chupas e um chapelinho de papel para colocar na cabeça. No fim ainda tivemos direito a um lanche muito gostoso. Obrigado ao Modelo por este convite.,   

Foi um Dia da Criança muito "fixe".

 

publicado por pinguinhosdesaber às 18:37 | link do post
"Educar é mostrar a vida a quem ainda não a viu." Rubem Alves
mais sobre mim
Horário de Funcionamento do Jardim de Infância
Abertura 8:00 Encerramento 18:30 Componente lectiva 9:00 às 12:00, 13:30 às 15:30. Contacto: escolinhadocasal[at]sapo.pt
Calendario Escolar 2010 - 2011
Inicio das actividades a 13 de Setembro e final a 5 de Julho de 2011 Interrupções de 27 a 31 de Dezembro, de 7 a 9 de Março e de 15 a 21 de Abril de 2011.
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
19
21
22
23
24
25
27
28
29
" A família e a instituição de Educação Pré-Escolar, são dois contextos sociais que contribuem para a educação da mesma criança; importa, por isso, que haja uma relação entre estes dois sistemas."     in "Orientações para e Educação Pré Escolar", ME 

Nesta perspectiva, criamos este espaço de encontro, de comunicação e divulgação do que se passa no nosso Jardim. Esperamos os vossos comentários e sugestões. Assim, em conjunto, poderemos proporcionar às nossas crianças um ambiente ainda mais enriquecedor  e partilhar  o privilégio de as ajudar  a crescer de um modo feliz e harmonioso.

comentários recentes
Muito obrigada. Nós também agradecemos o empenho e...
Parabéns pelo trabalho desenvolvido, não só no dia...
Obrigada pelo valor dado ao nosso trabalho. Espera...
Ainda bem que gostaste, ficamos sempre muito feliz...
Eu também estive na festa...e que festa!Parabéns a...
Está a chegar ao fim mais um ano lectivo, desta ve...
Obrigada pelas palavras de apoio, são para nós um ...
Olá Pinguinhos! Já tinha saudades de ver notícias ...
Olá Maria João fico muito feliz por vires espreita...
olá sou a maria joão que adora a escola ...